O CLUBE

História


O nascimento do Tigre

Fundado no dia 20 de Dezembro de 2004, o São Bernardo F.C. nasceu com a responsabilidade de representar a maior cidade do ABC Paulista, São Bernardo do Campo, no cenário estadual e nacional do futebol. Em seu brasão, o mapa da cidade e a bola de futebol traduzem a relação do time como representante da comunidade com o esporte mais popular do Brasil.

Já no início do ano de 2005, o Tigre do ABC confirmou sua presença no Campeonato Paulista da Segunda Divisão, competição em que mostrou toda a força da cidade, dentro e fora do campo.

 

Segunda Divisão do Campeonato Paulista – A busca pela Série A3

 

A primeira competição oficial do São Bernardo F.C. foi o Campeonato Paulista da Segunda Divisão no ano de 2005 e os atletas entraram focados em conseguir o acesso à Série A3 do ano seguinte.

A estreia da equipe foi no dia 16 de abril, contra o AD Guarujá, no estádio 1° de Maio. O jogo terminou empatado em 1 a 1, mas a partir daquele dia, a torcida percebeu que contava com um ótimo representante.

Ao longo da competição, o São Bernardo se destacou, garantiu o terceiro lugar e já no primeiro ano conseguiu o acesso para a Série A3.

 

Série A3: uma nova etapa, um novo objetivo

 

Após o começo arrebatador de sua história, o São Bernardo teve um novo objetivo pela frente: o acesso à Série A2 do Campeonato Paulista.

Em 2006 e 2007, embora com bons times, a tão sonhada vaga não foi obtida. Mas, 2008 foi um ano especial para o Tigre e toda a sua coletividade.

Depois de começar mal o Campeonato Paulista, o São Bernardo conseguiu uma incrível recuperação, classificando-se entre os melhores times que disputariam as etapas finais.

A equipe se dedicou e chegou ao vice-campeonato, conseguindo, assim, o tão esperado e sonhado acesso à série A2.

 

Garra, Superação e Modernização – Rumo à série A1

 

Em 2009, o Bernô, como é carinhosamente chamado por sua torcida, buscou se estruturar adequadamente, visando profissionalizar e modernizar o clube. Todos os esforços foram feitos para que o time alcançasse o sonhado acesso à série A1 do Paulistão, em 2010.

Em seu primeiro ano na A2, apenas dois pontos separaram o time da primeira divisão. Foi, de fato, um ano de transições no São Bernardo, com mudança de Diretoria, nos rumos e nos paradigmas.

Com foco no acesso à elite do futebol paulista, o time trabalhou muito em 2009 e se aproximou da imensa torcida da cidade de São Bernardo, de tal forma que teve, na disputa do campeonato da série A2, a segunda média de público (1.687 pagantes) e o maior público da competição, contra o Rio Preto, quando 4.741 torcedores estiveram no Estádio 1º de Maio para ver o clube vencer por 4 a 1. A média subiu ainda mais na Copa Paulista, no segundo trimestre de 2009, quando o recorde de público do time foi de 4.780 pagantes (média de público 3.522 pagantes) no 1º de maio, a maior da competição.

Na Copa Federação Paulista de Futebol o time fez ótima campanha e chegou às quartas de final. Visando a preparação para a o Campeonato Paulista de 2010, a diretoria, juntamente com a comissão técnica, preferiu poupar os principais jogadores do elenco, e dar oportunidade aos garotos das categorias de base, que representaram muito bem o Tigre, mesmo sem a conquista do título.

 

Dedicação e raça - O tão sonhado acesso à elite do futebol paulista

 

Na temporada 2010, o São Bernardo lutou muito, dentro e fora de campo, com dedicação dos atletas nas quatro linhas, muito trabalho da diretoria e a torcida vibrante nas arquibancadas, diga-se de passagem, a torcida do Berno fez a quinta melhor média de público do paulista, perdendo somente para os quatro grandes de São Paulo.

O time ficou em 7º lugar na fase de classificação, garantindo-se, desta forma, na fase decisiva, que levaria os quatro melhores times à primeira divisão do futebol de São Paulo.

Jogando com muita garra nas finais, o Tigre conquistou o segundo lugar no grupo 2 da competição estadual e garantiu, pela primeira vez na história, após 457 anos, o acesso de um time da cidade à série A1 do Campeonato Paulista.

 

De volta para a série A2

 

Infelizmente, o Tigre não conseguiu se superar no Paulistão 2011 e caiu para a sére A2. Mesmo com os resultdos negativos durante o campeonato, a torcida, que sempre foi apaixonada, não deixou o Tigre um instante. Obteve a terceira melhor média de público do campeonato, perdendo apenas para Corinthians e São Paulo, ficando à frente de Palmeiras e, do campeão, Santos. No total foram 101.451 pessoas que acompanharam o Bernô nas 9 partidas em casa, com uma média de 11.272 torcedores por jogo.

 

Primeiro título

 

Novamente na disputa da A2, o São Bernardo trouxe a experiência adquirida na elite do Paulistão e uma vontade de vencer contagiante. Sob olhares desconfiados, o Tigre não conquistou nenhum ponto nas primeiras cinco partidas da A2 em 2012, mas a partir da sexta o Tigre se fortaleceu e só voltou a perder na 21ª rodada, para a Penapolense.

Com uma campanha invejável, o São Bernardo classificou-se para a grande final, diante da União Barbarense. Na primeira partida, empate em 1 a 1 em Santa Bárbara. No jogo de volta, com o Estádio 1° de Maio complatemente lotado, o Bernô viu o adversário sair na frente, mas na base da vontade conseguiu fazer dois gols, com Ricardinho e Bady, e o placar de 2 a 2 garantiu mais do que o retorno para a Série A1 na primeira colocação, mas o primeiro título da história do clube.

 

Gol 500 e Copa do Brasil

 

No primeiro semestre de 2013, o São Bernardo escreveu mais uma parte importante de sua história. Durante o Paulistão da Série A1, o atacante Gil marcou o gol de número 500 da história do clube. O tento saiu na vitória por 4 a 3 sobre o Mirassol, em Mirassol.

Durante a disputa do Estadual, a equipe disputou pela primeira vez uma competição a nível nacional. Por ter sido campeão da Série A2 no ano anterior, o Tigre foi convivado a participar da Copa do Brasil 2013. A passagem na Copa do Brasil iniciou no jogo contra o Paraná Clube, que terminou empatado em São Bernardo do Campo e com uma vitória arrasadora do Tigre por 3 a 2 em Curitiba. Na fase seguinte o Bernô voltou a empatar em casa, no 1 a 1 com o Criciúma, mas na volta a equipe foi derrotada por 3 a 1 e se despediu da competição.

 

Permanência na A1 e Conquista da Copa Paulista

 

Pela primeira vez na história, o Tigre conseguiu se manter após subir, feito difícil em um campeonato disputado como o Paulistão e um time tão novo como o Bernô. Na 12ª colocação ao final do torneio, o São Bernardo levou o prêmio de gol mais bonito da competição, pela bela bicicleta que Fernando Baiano acertou na vitória sobre o São Caetano, no 1° de Maio. Ao final do torneio, o São Bernardo tornou-se o único clube do ABC garantido na disputa da Série A1 2014.

Positiva, a permanência não rendeu uma classificação para o Brasileirão da Série D, mas montou uma espinha dorsal bem estruturada para a disputa da Copa Paulista.

O São Bernardo disputa a Copa Paulista desde 2006, mas foi na edição 2013 que o Tigre do ABC alcançou o ápice na competição. Após 24 jogos (12 vitórias, sete empates e cinco derrotas), o Bernô venceu o Audax na disputa de pênaltis e garantiu não só o segundo título da sua história, como a vaga para a disputa de sua segunda Copa do Brasil consecutiva.

 

Vitória no Pacaembu e nono lugar no Paulistão

 

Em 2014, o São Bernardo conseguiu um grande feito no Campeonato Paulista. Apesar de não se classificar para a segunda fase da competição, o SBFC conseguiu, pela primeira vez, vencer um dos "grandes" e calou o Pacaembu ao vencer o Corinthians por 1 a 0. Na classificação geral, o Tigre ficou na nona colocação, em sua melhor campanha no torneio, até então. Além disso, o São Bernardo conseguiu, novamente, estar entre os três melhores públicos da A1, deixando Santos e São Paulo para trás.

Diretoria


Edinho Montemor
Presidente
Edgard Montemor
Diretor Executivo de Futebol

Fabiano Henrique Fernandes
Coordenador Operacional
Warley Pio de Magalhães
Coordenador Operacional
Toninho
Coordenador Operacional

Títulos


                                                                            

Campeonato Paulista A2 - 2012                                      Copa Paulista - 2013

Estádio


Estádio Municipal Primeiro de Maio “Primeirão”

Inauguração: 20 de agosto de 1968
Gramado: Grama natural (105 x 68m)
Capacidade: 13.440 pessoas
Endereço: Rua Olavo Bilac, n° 240
Bairro: Jd.Olavo Bilac
Cidade: São Bernardo do Campo S.P

Centro Esportivo Humberto de Alencar Castelo Branco “Baetão”

Inauguração: 13 de agosto de 1972
Gramado: Grama Artificial (95 x 60m)
Capacidade: 8.000 pessoas
Primeira partida: Seleção de São Bernardo 1x2 São Paulo
Endereço: Av. Armando Ítalo Setti, 901
Bairro: Baeta Neves
Cidade: São Bernardo do Campo