NOTÍCIAS

03/08/2017 - Futebol Profissional

Diretoria do Tigre valoriza campanha na Série D com planejamento já para 2018

O São Bernardo encerrou, no último final de semana, sua primeira participação em Campeonato Brasileiro. E o resultado final serve para mostrar que o clube está definitivamente no caminho certo. Mesmo com a queda no Campeonato Paulista, a diretoria do Tigre planejou em montou uma forte equipe para a Série D.

Responsável pelo comando do futebol do Bernô, Edgard Montemor explicou que a transição na presidência do clube dificultou os planos do clube para o torneio nacional.

“Quando terminou o Paulistão, o normal seria já no dia seguinte iniciar o planejamento para a Série D e A2 para 2018. E isso foi um pouco atrapalhado pelas mudanças que ocorreram no clube. Ficamos de mãos atadas e sem saber quem seria o presidente, o treinador... Montamos o elenco de uma forma que não é a ideal, sem saber o perfil de jogadores desejados pelo treinador.”

E os empecilhos que surgiram no meio do caminho não foram suficientes para segurar o São Bernardo. Em dez partidas, o Tigre venceu cinco, empatou quatro e perdeu apenas uma. E vale lembrar que a eliminação para o São José veio apenas nos pênaltis. Na classificação geral, o São Bernardo ficou na oitava colocação.

“A partir do momento que a gente chega às oitavas de final logo na primeira competição nacional com um planejamento feito da forma que foi, com apenas uma derrota, é preciso ficar satisfeito. Claro que estamos chateados com a eliminação, mas não podemos reclamar. O planejamento não começou do jeito que que a gente gostaria, mas foi muito bem feito”, analisou o dirigente.

E a prova do bom trabalho da diretoria do São Bernardo está nos acordos selados para 2018.

“A maior parte do nosso elenco vai jogar a Série A2 e a Copa Paulista na próxima temporada. Estamos também praticamente renovados com outros jogadores. Vamos buscar alguns reforços e iniciaremos o trabalho de prospecção de atletas. Nosso treinador será o Wilson Júnior, que tem contrato até o fim do ano que vem”.

O orgulho do clube não se resume apenas ao trabalho da direção e à luta dos atletas que chegaram tão longe no torneio. O incentivo vindo das arquibancadas também precisa ser enaltecido.

Diante do São José, com ação do Futebol Sustentável em parceria com a Federação Paulista de Futebol, 3.753 torcedores estiveram no Primeiro de Maio torcendo pelo Tigre. Após o jogo, mesmo com a eliminação, todos os presentes gritaram o nome do clube como reconhecimento pelo empenho de todos. A partida, inclusive, teve mais público que 401 partidas do Campeonato Brasileiro.

Foto: Anderson Lira


Comentários