NOTÍCIAS

28/01/2018 - Futebol Profissional

Invictos! Com bom resultado fora de casa, Tigre segue entre os três na A2

O São Bernardo segue invicto na Série A2 do Campeonato Paulista. Com duas vitórias e dois empates, o time comandado por Wilson Jr. se mantém entre os três melhores da competição. Nesse domingo, a equipe viajou para enfrentar o Penapolense, e deixou o estádio Tenente Carriço com um ponto na bagagem, após o empate em 1 a 1. 

Desde o início, a forte marcação de ambos os lados deu o tom da partida. Com poucas chances na primeira etapa, o time da casa conseguiu sair à frente do marcador aos 39 minutos, mesmo com um domínio das ações ofensivas pelo lado do Tigre, que quase marcou aos 26 com Jussa e aos 48 com Fernando, que parou no travessão.

Já no segundo tempo, a partida ficou mais aberta, e o Bernô passou a pressionar ainda mais os rivais, em busca do empate. E a igualdade veio aos 29 minutos, quando Francismar, com sua categoria habitual, converteu um pênalti.

Com o resultado, o Tigre alcançou os oito pontos no campeonato e, agora, é o terceiro melhor na Série A2, atrás de Oeste e Penapolense, ambos com dez, e à frente do Inter de Limeira, que tem sete. Na próxima rodada, o São Bernardo duela contra o Água Santa em Santo André, no próximo dia 3, às 16h. Os rivais desta semana ocupam a vice-lanterna, com apenas três pontos.

Ficha técnica:

Penapolense 1 x 1 São Bernardo - Série A2 do Campeonato Paulista
Estádio Tenente Carriço, Penápolis (SP).

São Bernardo: Daniel; Edvan, Douglas, Dogão e Fernando; Thiago César (Guilherme Noé - 36'1ºT), Jussa (Lucas Lino - 17'2ºT), Judson e Francismar; Willian Lira e Alvinho (Ewerton Ageu - 40'2ºT). Técnico: Wilson Jr.

Penapolense: Thiago Passos; Weldon, Gasparetto, Alecsandro e Filipe; Bruno, Carlos e Renato; Leandro, Wellington e Matheus. Técnico: Thiago de Oliveira Santos. 

Gols: Renato (39'1ºT) e Francismar (29'2ºT).

Arbitragem: Thiago Luis Scarascati; auxiliado por Luis Alexandre Nilsen e Diego Morelli de Oliveira, com Junior César Lossavaro como quarto árbitro.


Comentários